Plantas De Casas Pequenas

24 May 2018 10:12
Tags

Back to list of posts

Quer fazer uma moradia? Em vista disso é necessário construir muitas plantas para que você tenha uma percepção como ficará o recinto. Antes de montar uma residência é necessário apadrinhar uma série de cuidados pra que tudo saia da forma que concebeu. Diversas pessoas contratam os serviços de um engenheiro civil ou de um arquiteto pra que o mesmo auxilie no decorrer do projeto.As plantas de casas são indispensáveis para os profissionais que atuam nesta área, entretanto fique sabendo que você pode descobrir em várias páginas da web modelos de plantas direcionados para todas as construções. Se desejar contratar uma pessoa para fazer a planta da sua residência é recomendado escolher um profissional qualificado no mercado e que ofereça um valor compatível ao seu orçamento. Como fazer plantas de casas?Os interessados em criarem a sua própria planta de residência podem ver de perto no filme abaixo alguns dados pra ajudá-lo por esse recurso. Os terrenos pequenos requerem cuidados maiores, visto que cabe ao arquiteto planejar uma construção que se enquadre no espaço. É vital verificar todos os cômodos e averiguar os espaços que sobram. Pra te amparar pouco mais separamos logo abaixo uma galeria de fotos com plantas pequenas de casa. O que está esperando inspire-se em nossas dicas e faça neste instante mesmo a tua planta de moradia!Na área social do apartamento Palma, o único elemento a dividir os ambientes (estar, jantar, cozinha e um corredor lateral de passagem) é uma caixa em marcenaria centralizada, desmontável e multifuncional. Tua face voltada pra cozinha abriga geladeira e forno elétrico. No lado regressado pra mesa de jantar, há um armário. A marcenaria mescla acabamentos melamínicos amadeirados ou brancos e o mesmo jogo de cores se repete entre os pares de cadeiras para mesa de jantar. Prontamente a caixa centralizada separa o jantar do estar e estes da cozinha.Tua face voltada para a mesa tem portas pra despensa. O design da suporte é reto e liso, livre de fatos. A marcenaria mescla acabamentos melamínicos em tons amadeirados e branco, que acompanha a cor do tampo da bancada. A iluminação para cozinha, no ramo de cocção e serviços, fica embutida no móvel, onde também está um exaustor. No living, todos os ambientes são integrados - estar, jantar e cozinha - e voltados pro exterior e pro verde da Mata Atlântica.Uma gostosa varanda com deck de cumaru (madeira que compõe a infraestrutura interna) tem pé-direito com seis metros. Destaque pra leveza da escada de madeira com guarda-organismo telado (ao fundo). O espaço de jantar é totalmente integrado à cozinha e voltado pro exterior, onde impera a presença da Mata Atlântica. Ana Terra assina a Cozinha do Chef, com mini jardim de pimentas encaixado em uma bancada e vasos de tempero apoiados sobre o gradil suspenso. A mostra Morar Mais por Menos BH fica em cartaz até 05 de outubro de 2014, pela Av. Celso Portírio Machado, 1481, pela capital mineira.Pela cozinha denominada Confraria do Chefe, as samambaias ocupam um cantinho numa prateleira, durante o tempo que as orquídeas ganharam espaço em vasos instalados na parede de tijolos aparentes. O lugar foi criado por Marilda Andrade, Simone Fantini Mangini e Gláucia Monção. A mostra Viver Mais por Menos BH fica em cartaz até 05 de outubro de 2014, pela Av. Celso Portírio Machado, 1481, na capital mineira. Laís Albergaria assina o Espaço de Convivência, com plantas distribuídas em vasos, tachos de cobre e cachepôs a respeito numerosos móveis. Pequena reforma Planta do telhado. Aproveitando a chance, visualize bem como esse outro site, trata de um cenário relativo ao que escrevo neste artigo, podes ser útil a leitura: locação plataforma articulada. Com a descrição dos níveis ou caimento, beiral, calhas e outros Revestimentos de parede Autodesk 3ds MaxP2250124-vi.jpg A mostra Residir Mais por Menos BH fica em cartaz até 05 de outubro de 2014, na Av. Celso Portírio Machado, 1481, na capital mineira. Inspirado em plantas reais, o arquiteto Gustavo Calazans idealizou para a Mostra Leroy Merlin (2014) este living (14 m²) pra uma família de 4 pessoas. O projeto o separou da cozinha apenas por um pequena parede, racionalizando o espaço. Na proposta da arquiteta Izabela Lessa, o living (17 m²) está integrado à cozinha. Aqui, o destaque fica por conta da parede espelhada que apoia o painel da Televisão.O projeto da arquiteta Pammela Resende Menezes integrou o estar com a varanda formando um living de 27 m² conectado à cozinha. A instalação do tubo giratório em 360°, com rack, no meio da sala permite o exercício da Televisão em diversos ângulos e libera as paredes para quadros. Com 20 m², esse living assinado pelo designer Ricardo Lopez é integrado à cozinha na marcenaria que acomoda eletrodomésticos, louças e acopla a mesa para quatro pessoas. O estar bem como tem êxito como home theater, abrigando objetos no móvel abaixo da Televisão. As bancadas da cozinha e teu mobiliário revestido por laminado são sustentados por vigas metálicas.Seu design, datado de 1964, propunha a fuga da típica arquitetura residencial norte-americano-burguesa e suburbana da época. Formada por Tatiane Barreto, a Cozinha da Designer segue o modo retrô. No espaço, entre os revestimentos, estão o cimento chapiscado e o porcelanato que imita algumas padronagens de ladrilho hidráulico. Nas prateleiras, samambaias trazem frescor ao recinto. A sétima edição da mostra Morar Mais por Menos Goiânia fica em cartaz até dia quatrorze de setembro de 2014, na Via 136, esquina com a Via um.137, no Setor Marista.No apartamento em Campinas (SP), a cozinha tem piso em madeira de demolição e bancada de granito preto. O móvel (Kitchens) onde está embutida a geladeira é composto por armários revestidos por laminado melamínico. Na cozinha, a bancada com pia e cooktop é feita de granito preto e o painel (Kitchens) - revestido por laminado melamínico cinza chumbo - abriga os fornos embutidos. Integrada à cozinha, a sala de jantar tem mesa assinada pelo designer Jader Almeida.O móvel de geometria claro é combinado aos pendentes Rock, da italiana Foscarini em parceria com a Diesel. Em conclusão, o espelho na parede oferece a sensação de amplitude ao lugar. No apartamento em Campinas (SP), em tão alto grau a cozinha quanto a sala de jantar têm acabamentos em tons de cinza. Para o projeto de interiores, a arquiteta Elaine Carvalho desenhou o móvel de apoio (à dir.) que serve como boteco e acomoda as bebidas, a adega climatizada e duas banquetas.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License